postagem de 24 de Julho de 2017

Projeto cria árvores artificiais para filtrar poluentes

Projeto cria árvores artificiais para filtrar poluentes
Elas filtram mais poluentes do que 250 árvores naturais!

É triste a destruição que causamos ao planeta no dia a dia, né? Mas felizmente, também é possível criar projetos que minimizem essas ações. Foi para tentar reverter alguns dos erros como desmatar as florestas que ajudam a filtrar os poluentes, que desenvolveram na Alemanha a CityTree, uma super-árvore artificial planejada a aliviar as poluições nas cidades.

Trata-se na verdade de uma estrutura retangular móvel, coberta de musgos que tem como objetivo absorver a mesma quantidade de poluição, entre micropartículas e dióxido de nitrogênio, que 275 árvores naturais juntas!

Uma CityTree sozinha é capaz de absorver 250 gramas de partículas por dia, filtrando por ano até 240 toneladas métricas de CO2.

Os sensores avaliam a qualidade do ar, a eficiência da filtragem, a umidade do solo e a qualidade da água e da temperatura. As CityTrees já foram colocadas em 25 grandes cidades do mundo, apresentando como uma solução interessante para o problema da poluição.

O único problema é seu alto custo. Enquanto uma árvore normal custa em cerca de 3 mil dólares a cada 10 anos, somente uma estrutura desse projeto custa em cerca de 90 mil dólares durante uma década. Também é preciso analisar impactos da produção dessas árvores artificiais, mas que a ideia é bacana, é sim!





ei, você do celular

nos diga seu e-mail e fique sabendo tudo que rolou na semana!
somos resultados, estratégia, gestão, design e ux.

aliás, desejamos que sua experiência no site laranja seja inspiradora! ;)